Dominar as melhores dicas desenvolvimento Javascript é uma das formas mais efetivas de atuar com excelência e atender às principais necessidades do mercado de programação.

Repleta de possibilidades, a tecnologia é a mais popular entre desenvolvedores profissionais e amadores, conforme aponta a Pesquisa Anual de Desenvolvedores promovida pela Stack Overflow.

A seguir, saiba os benefícios de conhecer essa linguagem, conheça as suas principais ferramentas e sua relação com a internet das coisas!

Por que dominar as principais dicas desenvolvimento JavaScript?

Por mais que, sozinhas, as linguagens HTML e CSS sejam o bastante para criar páginas relativamente robustas, toda a experiência do usuário nesses casos será estática e limitada, sem interações com caixas de diálogo ou itens semelhantes.

A fim de superar esse problema, a linguagem JavaScript foi criada durante os anos de 1990 e, atualmente, trata-se do modelo de script mais popular para a sua finalidade, sendo rodado diretamente pelos principais browsers do mercado.

Em poucas palavras, indo além de um simples modelo para acesso a banco de dados, a utilização dessa estrutura visa tratar os elementos de uma página e proporcionar mais dinamismo às experiências vividas pelos usuários!

Um dos principais benefícios do JavaScript é a sua sintaxe extremamente intuitiva, que foi criada com base na ECMAScript e é muito parecida com as principais linguagens utilizadas por profissionais da área.

Além dessa facilidade, definir os seus métodos também é fácil graças ao suporte das funções, que podem retornar valores e receber parâmetros sem que os seus tipos sejam previamente definidos (é só adicionar a palavra reservada “return.”, que deve ser seguida do resultado para que o valor de retorno da função seja definido.).

Entre outras vantagens, ainda é possível destacar a tipagem dinâmica de suas variáveis, em que elas não precisam ter o seu tipo definido quando declaradas (basta utilizar “var.”), e as estruturas de repetição e de condição que permitem melhor controle de fluxo.  

Muito além das funções descritas, o JavaScript ainda pode determinar eventos dos elementos programados em HTML, como textos ou botões, que são disparados a partir de alguma ação executada pelo usuário.

Os benefícios mencionados, assim como os muitos outros existentes nessa linguagem tão popular de programação, estão entre as principais dicas desenvolvimento JavaScript. Dominar o ecossistema de programas que rondam o modelo, porém, também é indispensável para quem deseja utilizá-lo com excelência! Conheça os principais exemplos no item a seguir.

Quais as melhores ferramentas para programar com a linguagem?

Qualquer profissional do segmento sabe como as ferramentas e atalhos certos são indispensáveis para o desenvolvimento de alto nível em qualquer linguagem de programação!

Para adentrar no universo do JavaScript, é imprescindível primeiro ter acesso ao Java Development Kit, um kit básico de desenvolvimento que pode ser baixado gratuitamente na internet.

Na escolha do IDE, ou ambiente de desenvolvimento, a solução mais popular é o Netbeans, mas ainda existem programas como o Eclipse, que possui código-aberto e proporciona possibilidades infinitas aos programadores.

Junto aos IDEs, plug-ins como o FindBugs podem ser utilizados para analisar os códigos e detectar falhas, assim como o Clover, que atua como um completo utilitário de testes.

Indo além dessas opções, ainda é possível citar diversas aplicações que auxiliam e otimizam a utilização do JavaScript, como por exemplo:

  • O servidor de aplicações Jetty, que é leve, gratuito e extensível;
  • A ferramenta de verificação de performance JRat;
  • O programa Gradle, que automatiza a elaboração, o teste e a implementação de sites e programas Java;
  • A biblioteca de utilitários Guava, que foi desenvolvida para a utilização do Google em seus próprios projetos em JavaScript e é de acesso gratuito ao público;
  • O facilitador gráfico JD-GUI, que exibe gratuitamente o código fonte dos arquivos
  • A biblioteca gratuita de JSON Jackson, dedicada exclusivamente para Java.

Dominar as dicas desenvolvimento JavaScript é saber também dominar as ferramentas desse tipo de linguagem, bem como a sua abrangência e principais avanços. No próximo item, descubra como o modelo influencia e se relaciona com o conceito de internet das coisas!

Como a internet das coisas se relaciona com o modelo JavaScript?

Quando falamos em desenvolvimento web, os aplicativos mais comuns no dia a dia das pessoas raramente são rodados sem o suporte do JavaScript, como é o caso de diversos jogos virtuais, programas organizadores, agendas online e até gráficos interativos.

Só por esse motivo, é possível dizer que a linguagem é praticamente um pré-requisito para a internet das coisas, que é concebida por meio desses e outros tipos de aplicações.

É o JavaScript e as diversas soluções relacionadas a ele que possibilitam a criação de interfaces para esse tipo de tecnologia, dando suporte à automação e inclusão digital dos objetos que fazem parte do nosso cotidiano.

Os códigos que estão por trás de cada função que deve ser executada por determinado objeto, inclusive, podem ser elaborados por meio do Java EE, que é uma plataforma de referência para essa finalidade.

Em resumo, o Java garante aplicações amplas para a internet das coisas e é usado até na robótica, já que as funções criadas não precisam obedecer sempre ao mesmo comando, mas sim agir de maneiras diferentes de acordo com cada função pré-estabelecida!

E você, já conhecia essas dicas desenvolvimento JavaScript? Quer saber ainda mais sobre o assunto e não perder nenhuma novidade sobre ele? Então confira nosso Guia do Profissional e saia na frente!